sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

VAGO NA NOITE

VAGO NA NOITE


Ah!
quem me dera ter lembranças tua,
vago na noite
abrolhando saudades !

O dia esta chegando atoa,
as caras atordoadas
de viagens desvairadas!

Passeio alucinante
destruindo celebro
do outro lado paixão.

Engana-te afeição
sentimentos vadio
solto na noite.

Ah! quem me dera
encontrar teus encantos !
quem tentou te destruir
desse jeito tão louco?

Nenhum comentário:

Postar um comentário