sexta-feira, 27 de dezembro de 2013




MINHA MÃE ESTA SE ESQUECENDO

Minha mãe esta tão velinha
no seu olhar a solidão
dos seus pensamentos esquecidos
que tanto invadiu seu coração.

Existe algo que é mais  forte
nesta mulher
que nos deu a vida
o grande amor !

Seu coração ainda não se fechou
quando pergunto: as novidades ?
ela responde:
você minha filha...

No silêncio dos teus olhos
as lembranças de infância
repedidas vezes ela diz
que perdeu seu pai aos sete anos de idade.

Vai se despedindo a cada dia
a cada amanhecer
no por do sol
vai sumindo suas memórias recentes.

Vai sumindo a vaidade
o orgulho, a memória
o amor ao por do sol
se esconde a cada dia.

Vai sumindo o amor..
o coração vai se fechando
esqueceu os versos esquecidos.

Quero dormir
com minha mãe acordar
sem ela do seu cantinho sair.


sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

SÓ O  TEMPO  VAI  RESPONDER

Nem percebi a vida passar
vi a tristeza partir
a felicidade chegar

Mais um dezembro chegou
parece que o tempo não passou
eu aqui vendo a lua brilhar.

Em todos estes anos
o que eu sei é muito pouco
ou quase nada
e não dei contada da vida.

Algum dia vi o valor do viver !
se quiser saber
o que  vim fazer
só o tempo vai responder.

Sei lá estou focada no destino...





terça-feira, 17 de dezembro de 2013


CONFESSO QUE VOU TE ESQUECER

Confesso que vou te esquecer
se algum dia te amei
eu nem mesmo sei...

Caminhamos nas mesmas direções
cruzamos no meio do caminho
pensei nas minhas desilusões
resolvi não te querer.

Nas minhas paranoias
esqueci de te dizer
não somos feitos do mesmo tom !

Entendi teus defeitos
que nunca achei feios
te entendi e respeitei....

Na minha lucida emoção
a lei física da minha razão
deixou partir minha  paixão
acalmou meu coração.



segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

LEMBRANÇAS DO MARCELO

Hoje eu acordei, parei pra olhar ao meu redor,
percebi coisas que sempre estiveram ali eu não percebia,
vi como elas se ligavam as lembranças da minha vida
vi um chinelo emborcado que tinha que desvira-lá pra não morrer,
quase morri ali mesmo de rir.
vi uma toalha sobre a cama 
senti um cheiro de roupa secada no varal do quintal
que eu morava,
vi um limoeiro, um abacateiro,
 um pé de goiaba e a mangueira
que eu sobia e sonhava,
senti o perfume das pessoas que me cercavam
e os sabores das comidas daquela época,
senti tudo...
puxei o ar como que busca folego pra lembrar,
foi ai que eu senti um pavor medonho,
por que só nessa manhã eu lembrei que tinha esquecido tudo.
entrei na rua que leva a nossa lembrança pra outra instância,
vi minha arrogância desmoronar num chinelo emborcado
assim fiquei saudoso e calado.






sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

"Nosso grande medo não é o de que sejamos incapazes.
Nosso maior medo é que sejamos poderosos além da medida. É nossa luz, não nossa escuridão, que mais nos amedronta.
Nos perguntamos: "Quem sou eu para ser brilhante, atraente, talentoso e incrível?" Na verdade, quem é você para não ser tudo isso?...Bancar o pequeno não ajuda o mundo. Não há nada de brilhante em encolher-se para que as outras pessoas não se sintam inseguras em torno de você.
E à medida que deixamos nossa própria luz brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas permissão para fazer o mesmo".

(Discurso de posse, em 1994)
Nelson Mandela

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013


AGRADECIMENTO

Todo dia visito vários blogS, nesta minhas caminhadas, pude observar em cada um dos blogueiros  um universo rico de sabedorias, experiências, fantasias, emoções a flor da pele que me faz sair do meu pequeno mundo e viajar em outros mundos.
Perceber a grandiosidade das emoções de pessoas de vários cantos do mundo.
Na realidade os seres humanos tem por traz das suas fantasias e realidade uma busca constante pela plena felicidade.
Quantos universos frágeis, agressivos, românticos, delicados encontrei.
Quero agradecer a cada um a rica oportunidade de conhecer estes artistas do escrever.

    
  


MINHA EMISSÃO
 
Eu, ninfa sol, da falange de unificação, povo de Peguys, cigana Aganara, missionária do Adjunto Alufã Koatay 108 mestre Barros, no Adjunto Gamúrio Koatay 108 mestre Marco Tulio. Na ordem da 1ª cigana Aganara Nercy, na regência do adjunto Trino Palário koatay 108 mestre Aboud. Oh! Jesus acabo de receber de Deus pai todo pondero a sintonia do grande e divino mestre Obatalar, na linha deste amanhecer.
Desejo alcançar os poderes do reino central, coloco Jesus ! a ternura de todos os tempos. Emite Jesus! deixe que a força se desloquem até o meu plexo.
Eu, Hezenete, sou uma guia missionária vindo do mundo verde em missão especial, venho na força decrescente da minha guia missionária Alana Verde, Adará Ra., turno Doragana, na esperança da minha estrela Vanulos, do meu 3º verbo, na ordem do primeiro sétimo, levando os poderes da minha mãe Koaty 108 que me fez Galanas, para fortalecer o meu sol interior, nos três reinos de minha natureza, partirei sempre com -0-// em Cristo Jesus, Salve Deus !



CANTO DAS CIGANAS AGANARAS

Salve Deus!
Meus reais contemporâneos, Sabemos que a Lei física que nos chama a razão é a mesma que nos conduz a Deus. Quis a vontade de Deus nos colocar diante deste Tribunal que o abnegado espírito de Aragana, em sua simplicidade, alcançou a mais grandiosa Graça em Deus Pai Todo Poderoso. Hoje, temos esta rica oportunidade de reencontramos a dor acrisolada no ódio desses que se dizem nossos inimigos, desses que não souberam sair e continuam sendo nossas vítimas do passado. Andamos, sofremos, sofremos por não sabermos amar, hoje voltamos e compreendemos que somente o amor nos traz libertação! Agora, temos a herança do Cavaleiro Verde com suas redes magnéticas e o amor de nossas Guias Missionárias. Temos a certeza da libertação desses que acrisolamos e que há milênios vivem no ódio, na vingança e na destruição. Temos certeza que hoje eles voltarão para Deus! Salve Deus!
  MADRUGADA
 
A madrugada segue silenciosa
Lá fora vaga lumes iluminando
Esvoaçando delicada mariposa.

O farfalhar das folhas num bailado
É o vento anunciando sua chegada
De perfume vem sempre carregado.

É das flores que pegou pelos jardins
São aromas que vão se misturando
Rosas, cravos, gérberas e jasmins.

A bela lua no céu é um presente
Cumpriu sua tarefa vai descansar
O dia vem raiando no horizonte.

O sol iluminando tudo e sorridente
Despertando as flores adormecidas
Se repetindo tudo novamente...

Carol Carolina