domingo, 9 de janeiro de 2011

EU SOU

EU SOU

Sou aquela que se refaz na noite
em buca do amanhecer.
Sou aquela que não esconde
o que sente
e diz o que faz.
Sou a tristeza
que conhece a alegria
e fica feliz.
Sou uma saudade
que ficou
e não voltou.
Sou uma mulher
que muito ama
e muita coisa fica.
Sou aquela que se embala na rêde
olhando a lua apontar
sentindo no entardecer
a felicidade chegar.
Sou a que denga o amor menino
e se sente mulher.
Sou amante da natureza,
do amor
e do mar.
sou aquela que nasceu pra amar
e sonhar,
querendo um ceú
com um luar estrelado para amar,
dormir numa casinha de palha
sentindo a noite voltar.
Sou aquela que se enfurece
quando se sente tocada.
Sou aquela que foge da solidão
e não tem mêdo de assobração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário