quarta-feira, 16 de novembro de 2011





MINHA ALMA TEM CORES

Minha alma tem cores,
no azul celeste da minha paz
refaço-me a cada instante,
no verde dos meus olhos
miro no infinito do meu inconsciente,
nas areias róseas da minha caminhada
minhas ilusões amarelaram
quando te vi.
Revivo emoções da cor de prata,
visto meus sentimentos
com uma linda veste avermelhada
dando um tom de felicidade e atração,
num simples toque de mãos
um cumprimento de singelo matiz do teu olhar
pintou um toque de arco-íris do desejo.
No silêncio breu da noite
lá no alto o brilho do luar
clareia minha alma colorida.

2 comentários:

  1. Prezada poetisa, bom dia! Belo escrito, parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Etinha,
    Teus devaneios
    Profundos e preciosos
    São ouro em veios.

    ResponderExcluir