segunda-feira, 21 de novembro de 2011

LIBERDADE

Explode o grito
grito do eco
eco do inconsciente.

penso não calo
se calo rasgo a mente
mente sofrida
sofrida de dor
dor sentida.

Arasto a liberdade
liberdade precisa
precisa visão
visão fantasia
fantasia profunda real
real e visível.

Um comentário:

  1. Olá poetisa Etinha
    Bom diaaaaaaaa!
    Entrei, li, gostei.
    Seguindo-te.
    Beijos
    Eu! Leilinha

    ResponderExcluir