sexta-feira, 25 de outubro de 2013

DE VOLTA A CANOA QUEBRADA
 
Depois de muitos anos
voltei a Canoa Quebrada!
na rodoviaria começou a minha viajem
rumo a Canoa  Quebrada...
emocionada me encontrei
meus pensamentos voaram
fiquei a imaginar...
como vou encontrar Canoa
depois de vinte nove anos?
 
Nos meus pensamentos navegei
nas ondas das minhas emoções
o mundo do meu passado percorri
tantas lembranças encontrei
minha juventude se foi
a ternura dos meus dias ficaram...
com o meu passado reencontrar
este presente enfrentar !
 
Que Canoa vou encontrar?
Surpresa fiquei !

Encontrei a Canoa dos meus sonhos
que se foram ...
uma cidadizinha colorida cheia de pousadas
e um enfileirado de bares iluminados
O que restou de Canoa?
 
Imagina o que  encontrei na maior  alegria ?
a Ana  nativa na maior  alegria
toda no brilho !
continua tão jovem nas sua emoções
as marcas do tempo não perdoa !
rugas se mistura com seus cabelos longos cachiados
sua indumentária  brejeira estijo jovem praina
dança na ponta dos pés
desfilando na calçada da broder...
 
Não encontrei aquela canoa romantica
que só a luz das  lamparinas, lampeões a gás
e a lua iluminada toda cidade
tudo se transformava em festa.

Encontrei uma canoa de um astral
que transcende uma  energia vibratória
festiva e moderna. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário