domingo, 1 de maio de 2011


SOU MESMO ASSIM


Tanta chuva
tive medo ,
mas a chuva parou
a calmaria
voltou...

Nas minhas viagem
por dentro de mim,
descobri tanta coisa
até o que nunca senti...

Indiferença não me machuca,
pode fingir....
estou nem ai !

Mil devaneios eu vivo,
meu coração sorrir
sou mesmo assim...

Nenhum comentário:

Postar um comentário