sábado, 26 de fevereiro de 2011


 

TOMAREI UMA TAÇA DE VINHO
 
 
Meu delirio de ilusão
viu meu lamento em desalinho
sufocar meu coração.

Encontrei na multidão
perdidas ilusões..
e tantas emoções.

Você meu vício adormecido
nem me ver na multidão...

Tomarei uma taça de vinho
pra te fazer companhia
numa noite de prazer...

Não me incomodo
mesmo em passos lentos
um dia te encontrar
e brindaremos minha esperança.

3 comentários:

  1. Que linda poesia amiga, uma taça de vinho em momentos especias ...nao esquecemos jamais !!

    ResponderExcluir
  2. Oi Minha Linda
    Adorei a poesia, é tanto que copiei para quando estiver em um momento especial lembrar da taça de vinho e óbviamente da minha amiga.
    Beijos!
    Carol

    ResponderExcluir
  3. amiga a poesia é muito bonita e tocante,q talento.parabéns!!!!!

    ResponderExcluir