sexta-feira, 2 de maio de 2014

OU CHUVA ATREVIDA !

Na madrugada animada
a chuva chegou atrevida
molhando os sonhos da boêmia...
acordou tanta gente !
que correram pra ver a chuva cair.
Na  madrugada da rua da alegria,
a chuva molhou quem chegou !
os cantos felizes do Caribe continuaram,
de repente a chuva sumiu !
feito criança vadia,
assanhou tanta gente
ela sumiu e voltou...
a madrugado dormiu, o dia chegou
a chuva parou e a festa não terminou.

2 comentários:

  1. Chuvas inesperadas que são fontes de inspiração! Uma linda semana que está para chegar!

    ResponderExcluir
  2. A festa da vida não pára... chova ou não chova.
    O dia chega sempre àquela hora e espalha sorrisos pelos sonhos alheios.

    Muito bonito o teu poema!
    Beijinhos

    ResponderExcluir