sábado, 15 de dezembro de 2012


PORTA RETRATO

Exposta no porta retrato
minha inocência primitiva ...
sou bebê
quantas graças!

Minha Graça
no colo me pegou
me fez cafune
nos meus pés me dengou.

Nos meus sonhos infantis
te amei demais minha querida Graça
hoje só lembrança
e nossa foto estampada no porta retrato.

Dedico este poema
a minha baba
tão carinhosa.



Nenhum comentário:

Postar um comentário